Montar loja de roupas femininas

Como Montar uma Loja de Roupas Femininas com Pouco Dinheiro

Spread the love

Se você quer montar uma loja de roupas femininas, neste artigo você vai aprender a montar uma loja com custo muito reduzido.

Com custo reduzido queremos dizer que você não precisará gastar comprando roupas para revender no primeiro momento, não pagará aluguel ou precisará gastar montando uma estrutura para receber clientes e os custos provenientes de toda a logística física e tradicional.

Vamos ajudar você agora a montar uma loja em sua casa e apresentar uma estratégia de venda para que você aplique e se capitalize para abrir uma loja, expandir seu modelo de negócio ou o que você preferir.

Se organizando para ter uma loja de roupas femininas

Apesar do foco em iniciar as atividades com baixo orçamento, o desenrolar deste negócio tem alguns custos característicos. Portanto, se você não tem um planejamento financeiro adequado, é importante que você adquira isso.

Existem diversos cursos, alguns gratuitos, que podem te ajudar a adquirir a habilidade de organizar a sua vida financeira.

Mas neste nosso caso a regra é clara: de tudo que você ganhar, metade do lucro deve ser investido em divulgação e gerenciamento do seu negócio.

Ou seja, pague os seus custos primeiro. Termine o dia sem mais dívidas. E o restante que sobrar é o lucro líquido. Divida o por dois. A primeira metade é livre para o seu uso conforme achar interessante. A segunda metade deve ser investida no negócio.

E investida  a título de divulgação da sua loja. Você escolhe como: divulgação paga em mídias sociais, no google, confecção de materiais impressos como cartões de visitas, folders e etc. Mas invista de forma que seja possível alavancar sua projeção e suas vendas.

Além disso, é importante ter um processo de vendas organizado e saber como utilizá-lo da melhor maneira possível.

Passo a passo: abrindo uma loja virtual de roupas com pouco dinheiro

São várias as possibilidades, se você seguir esse passo a passo e fizer as escolhas corretas de acordo com o seu perfil empreendedor sua loja pode deslanchar. Basta ter resiliência e uma visão e ação comercial apurada – o que pode ser adquirido.

  1. Defina o modelo de negócio

Existem possibilidades de você começar a vender sem ter produtos. Uma delas é o Dropshopping. 

Basicamente você deixa de ter um estoque e vende os itens que estão no estoque do seu fornecedor. Essa é uma estratégia que precisa ser muito bem estudada para que você não acabe investindo muito e tendo um retorno muito pequeno.

No dropshipping o seu fornecedor pode ter sede no Brasil ou exterior. Tudo depende das negociações e de como você se organizará. Mas um alerta: embora essa seja uma oportunidade, é preciso se atentar aos prazos de entrega.

O Dropshipping será uma usado majoritariamente para vender os produtos em um blog, sites ou redes sociais.

Mas após confirmada a venda, você precisará realizar o pagamento para o seu fornecedor, organizar a entrega do produto e precisar tomar cuidado com todo o processo. 

Já pensou se seu cliente cancela a compra pela demora ou pede estorno pela má qualidade do produto? O prejuízo estará instaurado.

Mas existem outras possibilidades, como por exemplo um Brechó. Sim, está na moda utilizar roupas de brechó, estilizar e criar estilos novos e cheios de charme. 

Então um brechó é uma ótima forma de iniciar sem custos.

Você pode pedir roupas para suas amigas ou divulgar que buscas peças e negociar uma espécie de compra em consignado. 

Basicamente, você avalia por quanto a pessoa quer vender, e você embute o valor do seu trabalho. E pronto. Repassa ao “fornecedor” os valores conforme forem realizadas as vendas.

Se não tem vendas, você devolve o produto e pronto. Não paga por ele, só pelo que foi vendido.

Estas duas oportunidades de modelo de negócios são viáveis com pouco dinheiro, mas demandam trabalhos diferentes. Escolha a que se adequa a você e ao seu público. E lembre-se, é apenas o começo.

  1. Faça um planejamento

Definido o formato do negócio, avance no planejamento. Pense em qual o custo global do seu negócio por mês, qual a sua meta de vendas, quem será o público, em que nicho irá atuar.

E não esqueça: pense também onde você quer chegar com o seu negócio daqui a 5 anos. Como você se vê e quais são as metas que você precisa alcançar, quais os prazos e que estratégias podem ser bacanas.

Você pode abandonar o planejamento e seguir outras estratégias depois de um tempo, mas o trabalho investido em traçar um plano de ação não é perdido. Você só conseguirá avaliar as possibilidades ao longo do caminho se  tiver uma base sólida da qual partir. Do contrário, são apenas chutes e sorte.

Além disso, a capacitação deve fazer parte da sua rotina diária na busca por qualidade e profissionalização, invista em cursos, treinamentos e também desenvolva habilidades de vendas, elas serão fundamentais no sucesso do seu negócio.

  1. Faça um plano de divulgação digital

Isso é uma etapa da dica anterior. Mas precisamos tratá-la de forma separada já que esse é o pilar básico dessa estratégia que usaremos para a venda de roupas femininas.

A primeira etapa desse processo é definir quais redes serão utilizadas para a divulgação. Recomendamos o Instagram e o Facebook

Mas a rede prioritária é o instagram, tenha isso em mente.

Procure referências para definir um layout bacana, uma disposição legal para fazer as fotos das roupas que irá divulgar. E planeje um cronograma de posts.

De preferência, escolha as melhores peças do estoque que estão divulgadas e impulsione no instagram para o seu nicho de mercado. 

E lembre-se: você pode precisar enviar o produto por correio, pense nesse custo.

Faça um cronograma de publicação, tenha constância nas publicações e busque construir o engajamento do seu público. E dessa forma o seu alcance se mantém e aumenta.

Defina estratégias e parcerias, faça contato com blogueiros, mande mimos que sejam pertinentes e atraiam novos clientes, conforme já estiver entrando mais dinheiro no caixa.

  1. Cresca o negócio

Você pode ficar tentado a não usar 50% do lucro líquido para investir em divulgação da sua loja. Mas é preciso fazê-lo para crescer o negócio e aumentar o volume de vendas e receita.

E conforme esse aumento ocorre, você precisa também estar preparado e capacitado para fazer crescer a loja.

Conclusão

A venda online de roupas é uma realidade. Embora a concorrência com gigantes e várias outras lojas menores seja alta, ainda existe espaço, desde que se execute uma boa estratégia de vendas.

As pessoas tem interesse em se vestir bem. Ache o nicho ideal e dê a ele qualidade e um bom atendimento e você conseguirá sucesso nas suas vendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *